Cadastre-se no pandlr.com para participar deste tópico.
Clique aqui para se cadastrar ou faça login abaixo via rede social:

        





  • Charli bela moça que faz música horrível, mas pelo menos não é racista.

  • Telescópio de Rádio Esférico de Abertura tem 600 metros de diâmetro e está localizado na China

    Telescópio de Rádio Esférico de Abertura tem 600 metros de diâmetro, mais que o dobro da área do segundo maior radiotelescópio, em Porto Rico (Foto: Observatórios Astronômicos Nacionais da Academia Chinesa de Ciências )

     

    Cientistas detectaram 100 novas ocorrências do misterioso fenômeno conhecido como “Rajadas Rápidas de Rádio” (FRB, na sigla em inglês). Tal investigação só foi possível graças ao Telescópio de Rádio Esférico de Abertura (FAST, na sigla em inglês), maior aparelho do tipo, situado na província de Guizhou, na China.

     

    As FRBs são emissões extremamente curtas, mas muito poderosas, de ondas de rádio. Embora ainda não se saiba o que realmente são, a suspeita é de que estejam sendo emitidos por uma estrela de nêutrons se movendo através de um campo magnético poderoso. Sua localização foi rastreada até uma galáxia anã situada a 3 bilhões de anos-luz da Terra.

     

    Conforme relatado em estudos anteriores reportados na revista científica Nature, os pesquisadores sugerem que esse campo magnético fora criado por um enorme buraco negro, ou pelo vento magnetizado existente dentro de uma nebulosa ou supernova (fenômeno que ocorre no final da “vida” de algumas estrelas).

     

    Rajadas rápidas de rádio são um dos fenômenos mais misteriosos da astronomia (Foto: U Harvard/Wikimedia Commons)

     

    Telescópio chinês

    Segundo os especialistas, o Telescópio de Rádio Esférico de Abertura é o dispositivo de “audição” astronômica mais sensível do mundo. O radiotelescópio é composto por um prato único feito com 4.450 painéis individuais que escaneiam o céu, e tem 600 metros de diâmetro — o equivalente a 30 campos de futebol.

     

    Instalado em 2016, a tecnologia passou por uma série de testes, após ser considerada totalmente operacional pelos cientistas chineses no início de setembro. Agora o telescópio será submetido a uma revisão nacional, onde será considerado uma instalação de trabalho completa para pesquisas.

     

    “Depois de aprovarmos essa revisão, o FAST se tornará um telescópio aceito para explorar o Universo“, disse Jiang Peng, engenheiro-chefe e vice-diretor do Centro de Operações e Desenvolvimento do projeto, em comunicado. “O FAST está aberto aos astrônomos chineses desde então. E após a Aceitação Nacional da Construção, também estará aberta a astrônomos de todo o mundo.” No primeiro processo de submissão de pesquisas individuais, a FAST recebeu 133 propostas com mais de 500 cientistas associados.

     

    Fonte: Galileu

  • Parabéns, mas ele não é afro-latino então não devia lecionar nesse instituto.

    não precisa ser

    o instituto é sobre os 2

    vc pode ser só afro ou só latino

    “Instituto de Pesquisas Afro-Latino” Se fosse só um ou outro, não haveria necessidade de colocar o Afro-Latino.

    kkkk

    a burra

    é afro latino pq estuda a cultura afro e a cultura latina no mesmo instituto, não pq estuda só a cultura dessa interseção kkkk

    não existe o instituto afro pra estudar o afro, o latino pra estudar o latino e o afro latino pra estudar só quem é os dois ao mesmo tempo kkk

    é um instituto só pra tudo

    Tenha educação, por favor.

    Afro-latino é um grupo próprio da comunidade latina, geralmente quando se fala em “Afro-Latino” se fala do povo preto das Américas e do Caribe. Então quando existe um Instituto que tem no nome “Instituto de Pesquisas Afro-Latino” se pensa em estudos sobre pessoas negras que são latinos.

  • Parabéns, mas ele não é afro-latino então não devia lecionar nesse instituto.

    não precisa ser

    o instituto é sobre os 2

    vc pode ser só afro ou só latino

    “Instituto de Pesquisas Afro-Latino” Se fosse só um ou outro, não haveria necessidade de colocar o Afro-Latino.

  • Parabéns, mas ele não é afro-latino então não devia lecionar nesse instituto.

  • Cada um dos 347 cientistas que compõem o grupo Event Horizon Telescope Collaboration levou US$ 8,6 mil na premiação Breakthrough Prize

     

    Foto de Buraco Negro ganha prêmio que é conhecido como o 'Oscar da Ciência' (Foto: Event Horizon Telescope Collaboration)

     

    O grupo de cientistas do Event Horizon Telescope Collaboration, que foi responsável por registrar a foto de um buraco negro pela primeira vez na história, ganhou o prêmio 2020 Breakthrough Prize, considerado o “Oscar da ciência”. A equipe faturou US$ 3 milhões (pouco mais de R$ 12 milhões, na atual cotação).

     

    Cada um dos 347 cientistas que compõem o grupo levou US$ 8,6 mil (R$ 35 mil). O dinheiro vem de investidores que contribuem com o Breakthrough Prize – entre eles, Sergey Brin, co-fundador do Google, e Mark Zuckerberg, presidente do Facebook.

     

    Durante anos disse às pessoas que iríamos obter a imagem de um buraco negro e me questionavam que só acreditariam vendo”, disse o astrofísico que dirige a equipe, Shep Doeleman, à Agência France-Presse. “Agora estamos em uma era de imagens de alta precisão de buracos negros e podemos mapear o espaço-tempo pela primeira vez.

     

    Fonte: Galileu

  • Bye Bye, sionista filha da put'.

  • Racista nojento que gosta de se passar por indígena.

  • Nina Simone bissexual? Onde? Respeite a Nina, por favor. Ela era hétero.

  • Load More

Logar utilizando uma rede social
         
×
×
Termos de Uso - Política de privacidade - Suporte