Cadastre-se no pandlr.com para participar deste tópico.
Clique aqui para se cadastrar ou faça login abaixo via rede social:

        





  • Buraco negro da Via Láctea emite luz mais forte que normal e intriga astrônomos
    <h4 class=”chamada-materia hidden-xs”>Brilho aumentou 75 vezes em um período de duas horas e fez especialistas acreditarem que estavam observando uma estrela

    O buraco negro supermassivo da Via Láctea,Sagittarius A*, emitiu um raio de luz mais forte que o normal, intrigando os especialistas. O evento ocorreu no último 13 de maio e os especialistas responsáveis por sua observação compartilharam a descoberta no The Astrophysical Journal Letters.

     

    Durante os 20 anos desde que começou a ser observado, o buraco negro não apresentou muitas novidades. Por isso, quando em apenas duas horas seu brilho aumentou em 75 vezes, os astrônomos se assustaram: “O buraco negro era tão brilhante que inicialmente o confundi com a estrela S0-2, porque eu nunca tinha visto Sgr A * tão brilhante“, relatou Tuan Do, da Universidade da Califórnia, ao site ScienceAlert.

     

    Quando continuou a observação, contudo, Do constatou que a fonte de luz era variável e, logo, tinha de ser o buraco negro. “Provavelmente algo interessante estava acontecendo“, afirmou. O quê aconteceu por ali, a 25 mil anos-luz da Terra, permanece um mistério, entretanto.

     

     

    A equipe tem duas hipóteses principais. A primeira envolve a estrela S0-2, que, em 2018, orbitou perto do buraco negro e pode ter perturbado a região de gás ao seu redor. A outra é a de que uma misteriosa nuvem de poeira e gás conhecida como G2 tenha se aproximado do do buraco negro em 2014, resultando numa percepção tardia do fenômeno.

     

    De acordo com os especialistas, a única maneira de descobrir o que de fato ocorreu é tentando obter mais dados sobre o evento. Por isso, o grupo está coletando uma ampla faixa de comprimentos de onda emitidas pelo buraco negro com o auxílio de diversos observatórios ao redor do mundo: “Estou aguardando ansiosamente os resultados deles“, disse Do.

     

    O buraco negro é um fenômenos invisível em que a força da gravidade exerce uma pressão que suga tudo o que está em sua volta. Quanto maior a sua massa, maior a sua capacidade de sugar o que está por perto. Os buracos negros supermassivos são originados pelo colapso de milhões de estrelas ou nuvens de gás, em que a gravidade esmaga uma estrela sem limite que está morrendo, levando à formação de uma verdadeira singularidade — que acontece quando uma estrela inteira é comprimida até um único ponto, produzindo um objeto com densidade infinita.

     

    Fonte: Galileu

  • twitter.com/LevineJonathan/status/1160187618971308034

    POST EXCLUSIVE: Photos show Jeffrey Epstein as he's wheeled into Downtown Hospital

  • Ele estava no suicide watch, era praticamente impossível dele se suicidar mas ok.

    Donald Trump, Bill Clinton e Cia. podem respirar aliviados.

  • Empresário acusado de tráfico sexual se enforcou, segundo o 'New York Times' e outros meios de comunicação

     

    NOVA YORK - O empresário americano Jeffrey Epstein, acusado de abuso sexual de menores, foi encontrado morto em uma prisão de Manhattan neste sábado, 10, informaram autoridades americanas.

     

    Ele teria se enforcado e seu corpo foi encontrado na manhã deste sábado, 10, segundo o New York Times e outros meios de comunicação. Em julho, o magnata já havia sido encontrado inconsciente e em posição fetal em sua cela. As autoridades então trataram o incidente como possível tentativa de suicídio.

     

    Epstein foi levado em 6 de julho para a prisão de segurança máxima Manhattan MCC, a mesmo onde o ex-traficante de drogas Joaquín “El Chapo” Guzmán passou dois anos e meio preso.

     

    Epstein era acusado de tráfico sexual de menores e de conspiração criminosa para traficar menores para explorá-los sexualmente, duas acusações passíveis de punição com um total de 45 anos de prisão.

     

    Segundo a ata de acusação, ele teria levado menores de idade, algumas delas com apenas 14 anos, para suas residências em Manhattan e em Palm Beach, na Flórida, entre 2002 e 2005 pelo menos, “para participar de atos sexuais com ele, depois dos quais lhes dava centenas de dólares em dinheiro”.

     

    Também pagava algumas de suas vítimas para recrutarem mais meninas para serem abusadas“, apontou a acusação.

     

    Epstein negou as acusações, mas um juiz federal rejeitou o pedido de liberdade condicional feito por sua defesa. Os advogados do milionário propuseram que Epstein ficasse isolado em sua casa em Manhattan com um bracelete ou tornozeleira eletrônica, e com câmeras de vídeo que registrariam seus movimentos.

     

    A Justiça avaliou, porém, que Epstein representava um risco para a sociedade e poderia tentar fugir, já que tinha os meios para isso.

     

    Durante uma busca realizada na casa de Epstein em Nova York, as autoridades encontraram em um cofre “dezenas de diamantes” e “maços de notas”, bem como um falso passaporte austríaco já vencido em nome de Epstein.

     

    Se ele fosse condenado com a pena máxima pelos crimes dos quais é acusado, configuraria uma pena de prisão perpétua em razão de sua idade. / NYT e AFP

     

    Fonte: Estadão

  • Cientistas poloneses apontaram que estrelas Cefeidas também estão deformadas na borda da galáxia

    Novo estudo sugere outro formato para a Via Láctea (Foto: Skowron et al., Science, 2019)

     

    O disco da Via Láctea não tem exatamente a forma achatada: estudo publicado em fevereiro mostrou evidências de deformação ao redor das bordas da galáxia, e agora uma nova pesquisa, publicada na revista Science, sustenta essa hipótese. O disco galáctico é uma “borda” que possui poeira espacial, estrelas variadas, nebulosas, dentre outros corpos celestes.

     

    Pesquisadores da Universidade de Varsóvia, na Polônia, montaram um mapa tridimensional da galáxia, usando as distâncias entre as estrelas variáveis ​​Cefeidas como marcação. Essas estrelas jovens e gigantes são de 100 a 10 mil vezes mais brilhantes que o Sol, o que permite que os cientistas as detectem mesmo a grandes distâncias.

     

    Essas estrelas também produzem pulsos de luz regulares, que foram usados para determinar a posição de 2.431 Cefeidas espalhadas pela Via Láctea. “Nosso mapa mostra que o disco da Via Láctea não é plano. É deformado e torcido“, disse o astrofísico Przemek Mroz.

     

    O estudo foi realizado com o Optical Gravitational Lensing Experiment (OGLE), telescópio e projeto astronômico polonês que, até agora, mais do que dobrou o número de Cefeiras na galáxia.

     

    Os dados do OGLE foram ampliados com Cefeidas identificadas no Catálogo Geral de Estrelas Variáveis ​​(GCVS), na Pesquisa Automatizada de Todos os Céu (ASAS), a Pesquisa Automatizada para Supernovas (ASAS-SN), do último alerta de impacto terrestre de asteróides System (ATLAS) e do catálogo Gaia Data Release 2 (Gaia DR2). Em outras palavras, o projeto de mapeamento.

     

    Segundo o portal Science Alert, a Via Láctea é uma galáxia espiral, e não é incomum que galáxias como esta fiquem distorcidas nas bordas. O que é incomum é que a deformação inclui jovens estrelas. Uma possibilidade é que o disco externo da Via Láctea esteja atrasado, mas ainda sendo puxado pelo disco interno maciço, criando uma espécie de formato alongado em vez de um disco perfeitamente plano.

     

    Fonte: Galileu


Logar utilizando uma rede social
         
×
×
Termos de Uso - Política de privacidade - Suporte