[T&B 2020] Rosalía – El Mal Querer (2018)

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 26 do total)
  • Autor
    Posts
  • Foto de perfil de Laura Fernandes
    Laura Fernandes

    A espanhola Rosalía traz o flamenco-pop em seu segundo disco, El Mal Querer, inspirado abertamente por um romance inacabado de autor anônimo do séc. XIII. Em cada música desenrola-se um capítulo de sua trama, contando a história de um triângulo amoroso (há quem não interprete como havendo a presença de um amante, apenas do casal) no qual a protagonista é a vítima: do início de um relacionamento tóxico à opressão, traição, tragédia e recuperação.

     

    “Completo pela série de vídeos e delicada identidade visual que vem sendo desenvolvida para o disco, El Mal Querer é um trabalho que claramente ultrapassa o simples limite da canção. Som, imagem, coreografia, ritmo e rica herança cultural que se entrelaça em uma linguagem particular, própria da artista. […] Uma síntese clara da completa versatilidade e todo o planejamento que sutilmente envolve a obra de Rosalía.”

     

     

     

    Faça login ou cadastre-se para visualizar este conteúdo.

     

    Foto de perfil de Laura Fernandes
    Laura Fernandes

    1. MALAMENTE (Cap.1: Augurio)

    2. QUE NO SALGA LA LUNA (Cap.2: Boda)

    3. PIENSO EN TU MIRÁ (Cap.3: Celos)

    4. DE AQUÍ NO SALES (Cap.4: Disputa)

    5. RENIEGO (Cap.5: Lamento)

    6. PRESO (Cap.6: Clausura)

    7. BAGDAD (Cap.7: Liturgia)

    8. DI MI NOMBRE (Cap.8: Éxtasis)

    9. NANA (Cap.9: Concepción)

    10. MALDICIÓN (Cap.10: Cordura)

    11. A NINGÚN HOMBRE (Cap.11: Poder)


    Foto de perfil de Laura Fernandes
    Laura Fernandes

    Foto de perfil de FA Wolf
    FA Wolf

    Incrível como Rosalía, tão bela e talentosa, fez sucesso com esse album chato da caçamba.


    BOTO: Malamente, pq é a unica opção obviamente.


    TIRO: Todo o resto, junto tudo num buraco, cago em cima, queimo, enterro e jogo sal grosso sobre. E A NINGÚN HOMBRE vai tá ká embaixo


    Foto de perfil de Laura Fernandes
    Laura Fernandes

    É uma obra (porque não me restrinjo só às músicas) que me conquistou por etapas: primeiro, pelos clipes com simbolismos e toques de misticismo; depois pelo conceito de contar uma história (que não é novo, mas com flamenco é bem diferente); pelas letras que não tem características que as coloquem no presente (e podiam ter saído do romance)… e por fim, os detalhes nas músicas e clipes: o trecho em tom agudo de junta las palmas y las separa que lembra uma criança cantando em uma igreja em Bagdad, os sons dissonantes e incômodos com barulhos de motos (símbolo de virilidade) em De Aquí No Sales mostrando a ameaça masculina, a cadência nervosa de Que No Salga La Luna, as vocalizações e sons de facas em algumas músicas dando a ideia de violência, o fato das músicas finais parecerem orações…


    Um disco que precisa ser ouvido com o cuidado de saber que são canções costuradas e cada elemento tem um propósito ali


    Hinos: Pienso En Tu Mirá, Di Mi Nombre, Bagdad, De Aqui no Sales, Malamente e Que No Salga La Luna



    BOTO: Di Mi Nombre, a melhor de todas e a única que me conquistou de cara, sem eu nem precisar pensar no que ela fala ou no contexto da obra, fora que tem os y'ali que nem sei o que são mas são uma delícia


    TIRO: não vou tirar Preso porque nem música é… tiro a única que não curto, Nana, porque abortar é muito bom


    Foto de perfil de Laura Fernandes
    Laura Fernandes

    A vaginona sagrada na capa e choca Björk flautista 


    Foto de perfil de FA Wolf
    FA Wolf

    Di Mio Nombre é muito chata 

    Foto de perfil de Laura Fernandes
    Laura Fernandes

    Di Mio Nombre é muito chata

    Foto de perfil de Tostig
    Tostig

    É uma obra (porque não me restrinjo só às músicas) que me conquistou por etapas: primeiro, pelos clipes com simbolismos e toques de misticismo; depois pelo conceito de contar uma história (que não é novo, mas com flamenco é bem diferente); pelas letras que não tem características que as coloquem no presente (e podiam ter saído do romance)… e por fim, os detalhes nas músicas e clipes: o trecho em tom agudo de junta las palmas y las separa que lembra uma criança cantando em uma igreja em Bagdad, os sons dissonantes e incômodos com barulhos de motos (símbolo de virilidade) em De Aquí No Sales mostrando a ameaça masculina, a cadência nervosa de Que No Salga La Luna, as vocalizações e sons de facas em algumas músicas dando a ideia de violência, o fato das músicas finais parecerem orações…

    Um disco que precisa ser ouvido com o cuidado de saber que são canções costuradas e cada elemento tem um propósito ali

    Amo


    Rosalía é artista 

    Foto de perfil de Tostig
    Tostig

    Incrível como Rosalía, tão bela e talentosa, fez sucesso com esse album chato da caçamba.

    chata é vc que não tem album nem faz sucesso


    Foto de perfil de Tostig
    Tostig

    Já tinha lido sobre o álbum e escutado ele, mas nunca com atenção na letra e fazendo link com os capítulos. Até porque o canto flamenco é arrastado e é difícil acompanhar. Mas quando escutei pro T&B fiz isso e o álbum ficou melhor ainda. Rosalía lenda latina dona do T&B 2020 junto com a Mon e chocam a japonesa fedorenta. 


    Boto: Pienso en tu Mirá. Eu gosto de Malamente, Di Mi Nombre, Bagdad, Que no Salga la Luna… mas Pienso en tu Mirá tem uma letra tão dramática e doentia, possessiva, é muito triste e interessante, juntando com um refrão perfeito e grudento, a produção maravilhosa, o clipe perfeito… 


    Tiro: Nana pois é chatinha de escutar. 


    Foto de perfil de Tostig
    Tostig

    Foto de perfil de Tostig
    Tostig

    e claro que um machista fã da submisshakira vai se incomodar com uma mulher emancipada e xingar a ningun hombre 


    Foto de perfil de Laura Fernandes
    Laura Fernandes

    Fiquei entre Di Mi Nombre e Pienso En Tu Mirá, mas demorei um pouco mais pra me envolver com a segunda 


    Foto de perfil de Laura Fernandes
    Laura Fernandes

    Já tinha lido sobre o álbum e escutado ele, mas nunca com atenção na letra e fazendo link com os capítulos. Até porque o canto flamenco é arrastado e é difícil acompanhar. Mas quando escutei pro T&B fiz isso e o álbum ficou melhor ainda. 


Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 26 do total)


Cadastre-se no pandlr.com para participar deste tópico.
Clique aqui para se cadastrar ou faça login abaixo via rede social:

        






Logar utilizando uma rede social
         
×
×