Hot Pink – Confessions On A Dance Floor – Crash Boom Bang – Once Twice Melody

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 85 do total)
  • Autor
    Posts
  • INDICAÇÕES SEMANAIS

    -Poderão ser indicados EPs/Mixtapes/Álbuns de estúdio (standard e deluxe);

    – É permitido também indicações de greatest hits e álbuns de remixes;

    Serão escolhidos 03 (três) álbuns para avaliações semanais;

    – Ao indicar um EP deve se atentar ao número de tracks (será válido apenas se houver +3 tracks);

     

    FORMAS AVALIATIVAS

    –As notas dos EPs/Mixtapes/Álbuns indicados deverá seguir a escala avaliativa usada no site Metacritic

    –Permitido avaliar track por track contando que o crítico dono da review ponha uma nota final para a obra;

    –A nota ponderada ou nota final não será postada nesse fixo;

    –As avaliações dos álbuns indicados na semana serão recolhidas e usadas para formar o Metascore (nota final) da obra, que será postado em um tópico aparte desse, que funcionará como o metacritic da nossa comunidade (As críticas feitas deverão ter no minimo 5 linhas, menos que isso não contará. As avaliações vão esta no tópico do Faça login ou cadastre-se para visualizar este conteúdo.  assim como é feito no site oficial do Metacritic que possibilita ver e ler a nota de cada revista e crítica, assim como a nota FINAL);

    –Pontuarão no Metascore apenas materiais com mais de 04 (quatro) críticas;

    É permitido avaliar álbuns aleatórios, porem não haverá um Metascore para esse caso não precisa seguir quaisquer das regras ditas acima;

     

    OBSERVAÇÕES FINAIS

    –Não adianta surtar caso o álbum do seu artista favorito amarelar-vermelhar ou não conseguir criticas suficiente para obter um Metascore no Metacritic da Exílio, então é melhor enviar aquele cheque pra sua panelinha avaliar junto com você e torcer pra ter uma boa pontuação final;

    –Está liberado escrachar como quiser, só tome cuidado com recheio;

    –Caso um álbum seja escolhido para ser avaliado na semana e tenha usuarios que já fizeram uma review deverá ser avisado para que sua avaliação seja recolhida para estar junto com o metascore da obra;

     

    ÁLBUNS DA SEMANA 

     

    por @tangorange

     

    por: @pocgamer

     

    por: EXL MOD

     

    por: EXL MOD

    gagalupus

    sabrinapaiva

    minha nota pro 30 - 65 

    disneychannel

    Niki - Moonchild

    O conceito do álbum é lua pois a cantora se sentia melhor compondo à noite. É dividido em 3 partes que representam fases da lua: crescente, meia-lua e lua cheia, simbolizando a jornada de auto descoberta da cantora. É um álbum ok, um pouco monótono, lembra Tinashe e Ariana. Melhores: Nightcrawlers, Pandemonium, Plot Twist. Nota: 60/100

    Olivia Holt - Olivia EP

    BEST NEW TRACK - Phoenix: Surpreendeu sem prometer, muito tambores e um teclado bem dramático, achei uma excelente opening, bem estruturada com refrão explosivo que lembra Roar da Katy Perry; 10/10

    Thin Air - 4,5/10


    In The Dark - 3/10


    What You Love - batida envolvente, remixagem que mescla com os vocais de um pop perfection de 2009; 8,5/10


    History - 1/10


    NOTA: 35

    vinagret

    Adele - 30


    É um álbum muito coeso, produção não deixa a desejar, pelo contrário, faixas muito bem mixadas e vocais que se espalham como manteiga derretida num pão. A Adele saiu da zona de conforto e explorou ritmos que nunca havia antes explorado na carreira. 30 é diferente de tudo que já se ouviu na discografia da inglesa, e isso é maravilhosos 

    Letras fortes, você sente que a intérprete de 'Someone Like You' está transmitindo seus sentimentos mais puros e genuínos, um grito de dor e ao mesmo tempo de alívio por finalmente botar tudo pra fora sobre seu divórcio. Ela deixa claro, não quer atacar seu ex, está apenas compartilhando com seus fãs e admiradores sua história, como sempre fez, e como disse que sempre fará. Nada escapa, sua vida é um livro aberto, e 30 é seu melhor capítulo.


    Destaques: To Be Loved, Oh My God, My Little Love

    Nota: 100

    Adele - 30


    mais clichê do que antes, mas sincero do que nunca


    30 é narrado por uma mulher divorciada que se culpa por coisas do passado, que chora em uma mensagem de voz gravada, faz autodepreciassão e ao mesmo tempo deixa claro que é uma mãe com um filho para criar e se culpa novamente pelos sentimentos de seu pequeno. Com letras de fácil compreensão e com 5 faixas de mais de 6 minutos, Adele transborda com todos seus sentimentos da forma mais sincera e sem muita glamourização. 30 prova que a cantora e compositora consegue manter sua fórmula de sucesso de uma maneira mais pessoal sem forçar um novo 21.


    best new tracks: To Be Loved - All Night Parking - Hold On - My Little Love - I Drink Wine 


    Nota: 85


    disneychannel

    Mademoiselle Yulla - Mademoworld

    É um álbum de pop e dance com letras em japonês e inglês, lembra o que grupos de kpop como Twice e Red Velvet cantam. O álbum também tem uma música de rock e uma lenta com piano. Apesar de animado, é longo e tedioso. Melhores: Luxury of You, Don't Stop the Music, Touch Me. Nota: 60/100

    João Pedro

    de todos só consegui ouvir o 30 até agora.


    que o 30 é diferente de tudo que já se ouviu na discografia da Adele isso é opinião comum difundida entre o público, os vocais são minimamente bem executados em cada faixa, principalmente em “To Be Loved”, música que ela apresentou antes do lançamento do álbum no instagram. as letras carregam o passado do divórcio e a vontade de dividir com os fãs o que ela passou, não só isso, carrega o sentimento de estar preocupada com a ausência dela no crescimento do seu filho. em si, a maioria do álbum é bom, mas algumas produções meio diferentes não me agradaram como em “Oh My God” e “Can't I Get It”


    Destaques: To Be Loved, Hold On e My Little Love


    Nota: 80

    disneychannel

    Adele - 30

    É um álbum bastante diverso, tem pop com piano, r&b, jazz, música clássica, etc… Porém tudo tem uma vibe genérica, lenta, monótona, eu tive dificuldade de aguentar qualquer faixa até o final. Ela canta músicas previsíveis que não fariam diferença se fossem de gente como Beyoncé, Ed etc. E é sim extremamente afinada mas o timbre não tem nada de especial, não trouxe nada único pras músicas. Melhores: Easy on Me, Can I Get It. Nota: 60/100

    disneychannel

    Olivia EP

    Hinário… Cada música tem uma vibe própria mas funcionam bem juntas, as letras são sobre temas clichês mas bem escritas, a voz da Olivia beira o genérico mas ela canta coisas que ressaltam e combinam, então salvou. O feat complementou bem. Melhores: Phoenix, In The Dark, What You Love. Nota: 80/100

    MOONCHILD - Niki 


    A escrita e produção instrumental excederam minhas expectativas sobre a maioria das faixas desse álbum, como se houvesse alguma consistência brilhante que se mesclou com seus vocais.

    Ao decorrer do álbum se nota influencias e identificações de artistas bem sucedidos, como Lorde, Taylor, Billie e Ariana Grande

    O tempo de execução relativamente curto garante que não haja muitos momentos chatos, após as 3 primeiras faixas inicia a entendiante sonora e confusa Tide.

    Não quero tirar o momento de destaque do álbum, que é dividido em 3 atos, mas do segundo ato pra frente há intervalo de 1 faixa boa para uma

    faixa que carece de qualidade e

    personalidade.


    best new tracks: switchblade - Nightcrawlers - Selene - Pandemonium - Plot Twist - Drive On 


    Nota: 75/100

    v

    ô porra

    me avisem quando tiver novos álbuns p/ avaliar

    o único aí que eu queria dar uma nota é o 30 mas já encerrou

    mccarthy

    ARTPOP


    É uma obra visceral e de difícil digestão, portanto não é qualquer um que está pronto para compreender sua grandiosidade e complexidade. As letras são sarcásticas, enigmáticas e muito bem elaboradas, como “Mary Jane Holland” e “Aura”. As batidas são pesadas, muitas te atingem como um soco, a exemplo de “Swine”. É verdadeiramente um projeto à frente de seu tempo. Lady Gaga previu como ninguém o boom da música trap em “Jewels N' Drugs” e do pop oriental em “Applause”, que tem forte influência do j-pop.

    Sem dúvida é o melhor projeto de sua carreira, ao lado de The Fame e The Fame Monster.


    MELHORES FAIXAS: Applause, Jewels N' Drugs, ARTPOP, Sexxx Dreams, Fashion!, Mary Jane Holland e Do What U Want


    NOTA: 100/100

    v

    Red (Taylor's Version)


    Taylor adicionou muito material interessante para seus fãs, mas nada realmente substancial para o conceito do álbum que toca em fragmentos nostálgicos durante toda sua tracklist. Os instrumentais decepcionam moderadamente o ouvinte que estava acostumado com a versão original do Red (2012). No entanto, é um álbum consistente e como de costume, Taylor exibe o trabalho magnífico de suas letras fazendo referências aprazíveis para quem acompanha a carreira e vida pessoal da cantora.


    MELHORES FAIXAS:

    • Treacherous (Taylor's Version)
    • Babe (Taylor's Version) (From The Vault)
    • All Too Well (10 Minute Version) (Taylor's Version) (From The Vault)


    NOTA: 50/100


    tswiftedit de tokyo love hotel

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 85 do total)






Logar utilizando uma rede social
    
×
×